quarta-feira, 8 de maio de 2013


PARA REFLEXÃO.

Se você for com seus filhos, noras, genros e netos almoçar fora no domingo e tomar 1 ou 2 chopes, ou 1 ou 2 copos de cerveja no almoço e for parado numa blitz, você paga uma multa de R$ 1.960,00, tem a carteira cassada por um ano, o carro apreendido e vai preso.
Se você comer 1, 2 ou 3 bombons, tomar remédio para a tosse ou tomar homeopatia e for parado numa blitz, você paga uma multa de R$ 1.960,00, tem a carteira cassada por um ano, o carro apreendido e também vai preso.
No entanto, se você se drogar. Se fumar maconha, cheirar cocaína ou fumar crack, ficar doidão e for parado numa blitz, nada vai acontecer.
Se você roubar, assaltar, estuprar, atropelar ou matar alguém, com um bom advogado, o máximo que vai acontecer é você esperar o julgamento em liberdade ou se for condenado ir para o regime semiaberto.
Já se você roubar milhões de reais do povo ou dos cofres públicos, várias coisas podem acontecer: vai passar 15 dias num resort na Bahia em companhia da amante; vai ser empossado deputado federal; vai ser eleito presidente do Senado; vai se eleger deputado ou senador; vai ser nomeado ministro ou para um alto cargo no Governo.
Se você tiver menos de 18 anos completo, aí você roubar, assaltar, estuprar até matar, que não tem problema, você não pode ser preso porque é menor. Só não pode comer bombom, tomar xarope pra tosse ou tomar homeopatia, porque aí, se você for parado numa blitz você vai preso.

Ah! Um detalhe. Se num restaurante um casal estiver se beijando lascivamente/se esfregando, etc... e você chamar a polícia, eles serão presos por atentado ao pudor. Agora, se o mesmo acontecer com um "casal gay" e você chamar a polícia, "você é quem será preso por homofobia".

Parece piada, mas não é.
Este é o Brasil, o país da Corrupção, da Impunidade e da Incoerência.


E viva os nossos deputados, os nossos senadores e os nossos governantes e principalmente o povo capacho que aceita tudo calado, não se revolta e ainda vota neles.

Perfeição


Vamos celebrar a estupidez humana, a estupidez de todas as nações.
O meu país e sua corja de assassinos, covardes, estupradores e ladrões...
Vamos celebrar a estupidez do povo, nossa polícia e televisão, vamos celebrar nosso governo e nosso estado que não é nação...
Celebrar a juventude sem escolas, as crianças mortas, celebrar nossa desunião...
Vamos celebrar Eros e Thanatos, Persephone e Hades.
Vamos celebrar nossa tristeza, vamos celebrar nossa vaidade...
Vamos comemorar como idiotas a cada fevereiro e feriado, todos os mortos nas estradas, os mortos por falta de hospitais...
Vamos celebrar nossa justiça, a ganância e a difamação. Vamos celebrar os preconceitos o voto dos analfabetos.
Comemorar a água podre e todos os impostos. Queimadas, mentiras e seqüestros...
Nosso castelo de cartas marcadas, o trabalho escravo, nosso pequeno universo.
Toda a hipocrisia, e toda a afetação.
Todo roubo e toda indiferença. Vamos celebrar epidemias é a festa da torcida campeã...
Vamos celebrar a fome, não ter a quem ouvir, não se ter a quem amar.
Vamos alimentar o que é maldade, vamos machucar o coração...
Vamos celebrar nossa bandeira, nosso passado de absurdos gloriosos, tudo que é gratuito e feio, tudo o que é normal.
Vamos cantar juntos o hino nacional, a lágrima é verdadeira.
Vamos celebrar nossa saudade, comemorar a nossa solidão...
Vamos festejar a inveja, a intolerância, a incompreensão.
Vamos festejar a violência e esquecer a nossa gente, que trabalhou honestamente a vida inteira e agora não tem mais Direito a nada...
Vamos celebrar a aberração de toda a nossa falta de bom senso, nosso descaso por educação. Vamos celebrar o horror de tudo isto com festa, velório e caixão, ta tudo morto e enterrado agora.
Já que também podemos celebrar a estupidez de quem cantou e transcreveu essa canção...
Venha!
Meu coração está com pressa quando a esperança está dispersa, só a verdade me liberta, chega de maldade e ilusão.
Venha!
O amor tem sempre a porta aberta e vem chegando a primavera, nosso futuro recomeça.
Venha!
Que o que vem é Perfeição!..

Legião Urbana

 

POIS É, MAS QUE COISA.
CTA.׳. Δ